segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Frango com cerveja acompanhado de arroz selvagem


Frango é uma das carnes que mais gosto de comer. Nem é tanto por ser branca e saudável, mas pelo sabor e versatilidade. E por essa razão, acabo por procurar sempre receitas novas para a saborear. A sugestão que deixo aqui hoje surpreendeu-me bastante pela positiva, talvez porque eu nunca fui fã de cerveja. Não a consigo beber e na comida também nunca me fascinou. Mas aqui gostei bastante do resultado e assim partilho para os fãs de frango que existem por aí :)


Ingredientes:
- 1 frango
- 1 cerveja preta (33cl)
- 4 dentes de alho
- 1 cebola grande
- 4 colheres (sopa) de polpa de tomate
- 2 folhas de louro
- salsa fresca picada
- sumo de 1 limão
- sal, pimenta e colorau
- 1 fio de azeite

Comece por arranjar o frango, retirando a pele e cortando-o em pedaços pequenos. Coloque o frango numa taça grande e tempere-o com o sal, a pimenta, o colorau, o louro partido a meio, a salsa picada, o sumo de limão e a cerveja. Tape com película aderente e deixe repousar cerca de 30 minutos a 1 hora, de preferência.
Após esse tempo de repouso, leve ao lume um tacho com um fio pequeno de azeite e deixe aquecer. Junte o frango escorrido e deixe alourar de todos os lados. Acrescente a cebola e os alhos picados e envolva bem, deixando cozinhar até a cebola amolecer. Acrescente a marinada, a polpa de tomate e rectifique os temperos. Deixe o frango acabar de cozinhar e o molho apurar. A meio da cozedura, acrescente um pouco de água para cozinhar melhor o frango.
Acompanhe com o arroz selvagem ou se preferir um arroz simples, puré de batata ou mesmo massa cozida "al dente".


Para o arroz:
- 1 dente de alho grande
- 1 fio de azeite
- 1 cubo de caldo de galinha
- 1 medida de arroz selvagem
- 2 medidas de água a ferver
- sal qb

Leve ao lume um tacho com um fio de azeite e o alho picado. Deixe refogar até o alho começar a dourar (não é queimar). Junte o arroz e o cubo de galinha, mexa e deixe cozinhar cerca de 1 minuto. Acrescente a água a ferver, mexa e deixe cozinhar até a água evaporar e o arroz cozer. Rectifique se sal a meio da cozedura, se necessário.

Se tiver a Yammi:
Coloque um fio de azeite no copo com o alho e pique 5 segundos, vel. 6. Refogue 2 minutos, temp 100º, vel 2. Coloque o arroz no cesto, juntamente com uma pitada de sal e o cubo de galinha esfarelado, verta 950ml de água e programe 20 minutos, temp.ST, vel. 3.


sábado, 25 de fevereiro de 2017

Bifinhos de porco com molho de mostarda e Vinho do Porto


Mais um desafio cumprido e como este mês a escolha do "cantinho das cozinheiras" recaiu sobre o blog da Ana Antunes, "a cozinha da anita", a minha escolha foi bem fácil porque já tinha duas receitas previstas para fazer. Sendo assim, a sugestão de hoje é algo que me agrada bastante, uma carne com um molho delicioso e umas batatinhas crocantes por fora e macias por dentro que ficaram perfeitas a acompanhar estes bifinhos. Espero que gostem.


Receita retirada do livro "As melhores receitas da família", da Missão Sorriso.
Ingredientes:
- bifinhos de porco
- caldo de carne diluído num pouco de água
- vinho do porto
- colorau
- mistura de pimentas
- mostarda
- 1 noz de manteiga
- azeite
- salsa fresca
- batatas

Comece por temperar os bifinhos com a mistura de pimentas, a mostarda, o colorau e um fio de azeite. Deixe marinar durante 30 minutos no mínimo.
Entretanto, coloque a cozer as batatas com casca num tacho com água e sal. Não cozinhe em demasia. Retire do lume e descasque. 
Corte em gomos grandes (eu parti cada uma em 4) e leve a fritar numa frigideira com um fio de azeite temperado com colorau. Deixe as batatas dourarem por todos os lados e no final polvilhe com salsa fresca picada.
Para os bifinhos, aqueça uma frigideira com um fio pequeno de azeite e frite os bifinhos. Quando estiverem quase prontos, junte-lhes o vinho do porto e deixe mais 1 minuto. Retire a carne para um prato e acrescente à frigideira o caldo de carne diluído em água e deixe reduzir um pouco. Acrescente a noz de manteiga e rectifique os temperos. Quando estiver mais espesso, volte a juntar a carne para aquecer e ganhar gosto. 
Sirva de seguida, com as batatas a acompanhar e uma salada verde, se gostar.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Viajar ... e com desconto

Hoje o post é sobre algo um pouco diferente do habitual (sim, temos de variar) e venho-vos falar de outra paixão minha ... as viagens!!!

E como gosto de partilhar com os outros o que de bom acontece cá em casa venho dar-vos a conhecer um site que me permitiu planear uma viagem e ainda receber um desconto de 15€. É bom, não é? (não é publicidade, apenas partilha de um bom serviço)

Por isso, se estiverem a pensar tirar uns dias agora no Carnaval, um fim-de-semana fora das confusões, a pensar já nas férias da Páscoa ou mesmo nas férias de Verão, venham planear tudo no site booking.com, e tenham as melhores férias possíveis dentro ou fora do país, de forma cómoda. Para isso só têm de seguir este link e começar a planear.  
Espero que se divirtam muito ... e boa estadia para quem vai descansar ;)





Tarte de queijo quark com baunilha e kumquats


Adoro kumquats, é aquele fruto que simplesmente me sabe bem. Desde simples, colhido da árvore na hora a caramelizado, tudo fica bem com este fruto.
E queijo é outro dos ingredientes que adoro, todos sem excepção. Se juntar os dois e ainda acrescentar um toque de baunilha, temos uma sobremesa deliciosa e bem simples, uma delícia ...
E é com esta tarte participo no desafio da Marta do blog "Intrusa na cozinha", cujo ingrediente de fevereiro é a baunilha. Espero que gostem!

Ingredientes:
- 3 ovos
- 250g de queijo quark (0% MG)
- 200ml de natas light
- 150g de açúcar
- 1 colher (sopa) de farinha
- 1 colher (chá) de baunilha

Bata as natas até ficarem levemente firmes. Bata o queijo até ficar cremoso. Bata os ovos com o açúcar durante cerca de 5 minutos, junte a farinha, o queijo, a baunilha e por fim as natas.
Forre o fundo de uma forma de fundo amovível com papel vegetal e unte as laterais com manteiga e polvilhe com farinha. Verta o preparado e leve a assar, a 170º, durante cerca de 40 minutos. Faça o teste do palito.
Quando terminar a cozedura, desligue o forno, abra um pouco a porta do forno e deixe arrefecer lá dentro. Quando estiver fria, desenforme.

Para a cobertura:
- kumquats (usei cerca de 15)
- 4 colheres (sopa) de açúcar
- 4 colheres (sopa) de água
- açúcar em pó para polvilhar

Corte os kumquats em rodelas e retire os caroços. Leve ao lume um tacho com o açúcar e a água. Quando começar a ferver, junte os kumquats e deixe cozinhar até ficarem macios e transparentes. Retire do lume e coloque-os num prato para arrefecer. Depois coloque-os por cima da tarte e polvilhe com açúcar em pó. Sirva bem fresca.


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Salada de grão com frango


O tempo já começa a aquecer e os dias solarengos já se fazem sentir, o que nos remete logo para a primavera. E com o sol a espreitar, dá-me logo vontade de comer algumas refeições mais ligeiras, como foi o caso desta salada, feita de improviso, com o que havia no frigorífico. Esta refeição é económica, rápida (feita em menos de 15 minutos) e podem levar na marmita para o trabalho, podendo servir a salada quente (a minha opção) ou fria, consoante o gosto.


Ingredientes:
- peito de frango
- grão de bico cozido
- cebola picada
- cenoura raspada
- pimento vermelho em cubos pequenos
- salsa fresca picada
- azeite
- sal e pimenta qb
- mistura de especiarias mexicana (esta continha como base colorau, cominhos e oregãos)

Comece por cortar o peito de frango em pedaços pequenos e tempere com a mistura de especiarias.
Misture numa taça a cebola picada, a salsa picada e um fiozinho de azeite, tempere de sal e pimenta. Reserve.
Numa frigideira anti-aderente, coloque um pouco de azeite (muito pouco) e deixe aquecer bem. Junte o frango e deixe alourar de todos os lados. Acrescente a cenoura ralada e o grão de bico. Rectifique os temperos e deixe cozinhar mais 5 minutos, mexendo de vez em quando. Transfira para um recipiente que possa ir à mesa, verta a mistura de cebola e envolva bem. Sirva de seguida.

Nota:
- caso não aprecie cebola crua, coloque-a na frigideira antes do frango.


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Risotto de camarão


Quem passa por aqui habitualmente já percebeu a minha paixão por risottos. E não é que já não comia nenhum há bastante tempo (diria mais de 2 meses, talvez). Por isso, toca a terminar com a abstinência e comer, comer e comer o delicioso do risotto, ... e este estava mesmo delicioso mas com camarão tudo fica bom, não é?



Ingredientes:
- camarão qb (cerca de 6 a 8 por pessoa)
- arroz próprio para risotto (ou na falta dele, arroz carolino)
- 1/2 cebola
- 2 dentes de alho
- 1/2 pimento
- 2 tomates maduros
- 30ml de vinho branco
- 2 folhas de louro
- 1 fio de azeite
- salsa fresca picada qb
- sal e pimenta qb
- queijo ralado qb (usei um de mistura)

Comece por cozer os camarões num tacho com água, uma pitada de sal, pimenta e 1 folha de louro. Retire-os da água e descasque. Corte-os em pedaços mais pequenos e reserve alguns para decorar.
Coe a água da cozedura e mantenha-a quente.
Triture a cebola e o alho. Triture também o tomate com o pimento e reserve.
Num tacho, leve ao lume um fio de azeite e refogue a mistura de cebola e alho, juntamente com a outra folha de louro. Quando a cebola amolecer, junte o preparado de tomate e pimento e deixe refogar mais um pouco para apurar (cerca de 5 minutos). Junte o arroz, regue com o vinho e envolva bem, mexendo sempre durante cerca de 1 minuto. Junte um pouco da água de cozedura do camarão e mexa. Vá acrescentando o caldo, sempre que a água evapore e mexa várias vezes para não pegar ao tacho. Rectifique os temperos. Quando estiver pronto (pode deixar mais seco ou cremoso, é uma opção de gosto) acrescente o camarão picado, a salsa picada e o queijo. Envolva bem, deixe repousar cerca de 2 a 3 minutos e sirva de seguida.


terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Granola de frutos secos ... mais uma


Desde que descobri a granola caseira, nunca mais comprei cereais de pequeno-almoço, sejam de que espécie forem. Não que seja uma radicalista mas confesso que a quantidade de açúcar e gordura excessiva deixaram de fazer sentido para mim e podendo arranjar soluções mais saudáveis, deliciosas na mesma e por vezes, mais económicas, então essa será sempre a minha escolha. Por essa razão, faço muitas vezes granola cá em casa, sempre com a mesma base e enriquecida depois com o que tenho por casa na altura. Depois é servida ao pequeno almoço com iogurte para manter o seu crocante e por vezes com um pouco de fruta. Esta é então apenas mais uma mas que espero que vos inspire a fazer também aí em casa e a minha opção saudável para o início da semana.

Ingredientes:
- 2 chávenas de flocos de aveia integrais (usei grossos)
- 1/2 chávena de arroz tufado
- 1/2 chávena de sementes variadas (usei linhaça, abóbora, sésamo e girassol)
- 1/2 chávena de frutos secos variados
- 3 colheres (sopa) de sultanas
- 3 colheres (sopa) de mel (ou mais se gostar da granola docinha) 
- 1 e 1/2 colher (sopa) de manteiga de amêndoa Myprotein
- canela em pó qb

Derreta a manteiga com o mel no microondas, cerca de 15 segundos na temperatura máxima. Misture todos os ingredientes secos (excepto as sultanas e o arroz tufado) e leve a aquecer numa frigideira anti-aderente, a lume médio/baixo, mexendo de vez em quando. Quando começar a ouvir uns estalinhos, envolva a mistura de mel e deixe cozinhar mais um pouco até que a granola fique mais seca, mexendo de vez em quando para não queimar. Passe para um recipiente e deixe esfriar. Envolva o arroz tufado e as sultanas e guarde num frasco.

Se ficaram curiosos sobre a manteiga de amêndoa e outros produtos da marca, acedam ao site da Myprotein aqui para saberem tudo.

Manteiga de Amêndoa
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...