terça-feira, 23 de agosto de 2016

Bolo de chocolate e amendoim


Se há algo que adoro fazer é bolos. Sejam simples ou compostos, a minha procura por novos sabores nunca para e ando sempre há procura de receitas que me encham as medidas. Um dia destes, na minha passagem diária pelos blogs que sigo, encontrei um bolo que me chamou a atenção no blog da Márcia e decidi que seria o próximo a ser feito. Com um fã de manteiga de amendoim cá em casa, tinha a desculpa perfeita para fazer este bolo. Mas quem me conhece sabe que tenho sempre de alterar um pouco as receitas e com este bolo não foi diferente (sorry) e resolvi alterar um pouco as quantidades, substituir a manteiga por courgette e obter um bolo um pouco mais saudável (apenas um pouco mas tudo conta para os gulosos como eu, não é?). E assim sendo, aqui está o bolo que me cativou tanto pela textura fofa como pelo sabor, espero que gostem também :)




Ingredientes:
- 100g de manteiga de amendoim (usei crocante)
- 100g de açúcar amarelo
- 3 ovos
- 250g de farinha com fermento
- 150g de courgette ralada
- 50 ml de leite

- 85g de chocolate em pó (usei achocolatado Lyon)
- 60ml de leite

Bata os ovos com o açúcar até obter uma mistura fofa, junte a manteiga de amendoim, a courgette, a farinha e os 50ml de leite. Bata mais um pouco até obter uma mistura fofa. Divida a massa em duas partes e numa delas junte o chocolate em pó e os 60ml de leite. Coloque a massa clara numa forma previamente untada e polvilhada e por cima desta coloque a massa de chocolate. Passe uma faca para dar o efeito marmoreado e leve ao forno, pré-aquecido a 180º, durante cerca de 45 minutos ou até o teste do palito sair seco. Desenforme e deixe arrefecer um pouco.



Para a cobertura:
- 60ml de leite
- 100g de chocolate em barra
- 40g de manteiga de amendoim
- amendoins torrados picados para decorar

Coloque todos os ingredientes numa taça e leve ao microondas na potência máxima durante 50 a 60 segundos. retire e mexa até obter um creme homogéneo e brilhante. Verta sobre o bolo, cobrindo-o todo. Polvilhe com os amendoins.

Notas:
- o uso da courgette serviu para dar a humidade que geralmente a manteiga deixa nos bolos, não se notando em nada o seu sabor;
- usei o achocolatado Lyon porque adoro o seu sabor a caramelo e achei que foi uma mais valia para este bolo mas podem sempre utilizar um chocolate em pó tradicional para culinária.


segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Risotto de cogumelos com ervilhas e crocante de chouriço


Quem me segue já conhece a minha paixão por risottos. Desde que provei pela primeira vez nunca mais deixei de os comer e por sorte, todas as cobaias cá de casa também sofrem da mesma paixão. Sendo assim, volta e meia sai mais um e desta vez, da necessidade de gastar uns cogumelos perdidos no frigorífico, saiu este risotto com um toque crocante delicioso. Espero que gostem tanto como eu e virem também fãs :)


Ingredientes:
- arroz para risotto
- 1 cebola picada
- 2 dentes de alho picados
- 200g de cogumelos
- 1 "mão" de ervilhas
- 2 cubos de caldos de galinha
- 2 colheres (sopa) de polpa de tomate
- vinho branco qb
- azeite, sal e pimenta qb
- 1 fatia de broa de milho generosa
- 1 chouriço de carne (usei corrente)
- queijo da ilha qb


Comece por triturar a broa juntamente com o chouriço até obter uma farofa (usei a Yammi e triturei durante 20 segundos na velocidade 7). Leve ao lume uma frigideira e verta a mistura, mexendo de vez em quando até obter um preparado crocante. Reserve, mantendo-o quente.
Prepare o caldo para o arroz levando ao lume os cubos de caldo de galinha e água até ferver. Mantenha o caldo quente.
Leve ao lume um tacho com um fio de azeite, a cebola e o alho picados. Deixe refogar um pouco até a cebola amolecer e acrescente os cogumelos. Mexa e junte o arroz, envolva bem durante cerca de 20 segundos e acrescente o vinho. Deixe evaporar e junte a polpa de tomate e cerca de duas conchas do caldo. Mexa e deixe cozinhar até a água evaporar um pouco, vá acrescentando o caldo aos poucos até o arroz estar cozido. Cerca de 5 minutos antes de estar pronto, junte as ervilhas. Rectifique os temperos e no final acrescente o queijo, envolva bem e sirva de imediato, polvilhando com o crocante de chouriço.

domingo, 21 de agosto de 2016

Bolo de iogurte com creme de limão e calda de frutos silvestres


Por vezes temos dias em que precisamos de um doce (já que vamos ter visitas) mas o tempo é escasso e parece voar. É nessas alturas que procuro planear e antecipar, fazer um 2 em 1, e como resultado obter uma sobremesa deliciosa e que recebeu tantos elogios que não podia mesmo deixar de publicar. A receita de hoje foi a combinação de vários elementos de outras receitas, que feitos em quantidades maiores me permitiu fazer este bolo bem rápido e sem qualquer trabalho. Mas o melhor é mesmo passar à receita que espero que gostem tanto como nós por cá :)  


Bolo:
- 2 ovos
- 1 iogurte de aroma
- 1/2 copo (do iogurte) de leite
- 1/4 copo (do iogurte) de óleo
- 1 copo (do iogurte) de açúcar
- 1 e 1/2 copo (do iogurte) cheio de farinha com fermento

Cobertura:
- 2dl de natas
- 2 colheres (sopa) mal cheias de açúcar
- 4 colheres (sopa) de lemon curd (receita aqui)

Decoração:
- 250g de frutos silvestres congelados
- 4 colheres (sopa) de açúcar (pode aumentar a quantidade se for guloso)

Bater as gemas com o açúcar e o iogurte. Juntar o óleo e o leite. Envolver a farinha e misturar bem. Bater as claras em castelo e envolver delicadamente na massa. Verter para uma forma redonda baixa e levar ao forno, pré-aquecido a 180º, durante cerca de 30 minutos ou até o teste do palito sair seco. Desenformar e deixar arrefecer. 

Levar ao lume um tacho com os frutos silvestres ainda congelados e o açúcar e deixar cozinhar até os frutos amolecerem e o molho espessar. Se for necessário acrescentar um pouco de água. Deixar arrefecer e reservar.
Para a cobertura, bater as natas com o açúcar até obter um chantilly firme e envolver com uma espátula o lemon curd. Cobrir a superfície do bolo com este creme e por cima colocar o molho de frutos silvestres. Levar ao frio para refrescar.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Strogonoff de bacalhau


Nos últimos tempos a vida por aqui tem sido um pouco mais atribulada e na cozinha acabam sempre por ser os pratos do costume, sem grandes destaques, o que fez com que tenha me ausentado um pouco do blog e por isso peço desculpa a quem me segue ...
No entanto, para me redimir, deixo aqui hoje uma sugestão de bacalhau que nunca tinha experimentado mas que gostei bastante e me fez acreditar que o bacalhau vai mesmo bem de qualquer forma. Um prato simples de confeccionar, rápido e delicioso para experimentarem, quem sabe, este fim-de-semana :)


Ingredientes:
- 3 postas de bacalhau demolhado
- 1/2 pimento verde
- 1/2 pimento vermelho
- 1 cebola picada
- 4 dentes de alho picados
- 1 dl de vinho branco
- 1 colher (chá) cheia de colorau
- 1/2 colher (chá) de açafrão
- 1 colher (sopa) de amido de milho
- 2dl de natas
- 200g de cogumelos
- um fio de azeite
- sal e pimenta qb
- salsa picada qb


Comece por cozer o bacalhau e reserve a água. Desfaça o bacalhau em lascas grandes.
Refogue no azeite a cebola, o alho e o pimento. Quando a cebola amolecer, junte os cogumelos, um pouco de salsa picada, o vinho, o colorau, o açafrão, o sal e a pimenta. Deixe refogar cerca de 5 minutos e depois junte um pouco da água de cozer o bacalhau e o amido de milho (dissolva num pouco da água). Quando levantar fervura, acrescente as natas e o bacalhau, mexa e deixe engrossar um pouco o molho. Retire do lume e sirva de seguida, polvilhado com salsa picada e acompanhado com arroz e salada.


terça-feira, 16 de agosto de 2016

Rissóis de carne


Cá em casa gostámos muito de salgadinhos e por isso procuro ir fazendo vários para ter sempre à mão, especialmente agora no verão, quando são mais necessários (é piqueniques, visitas inesperadas, praia para alguns, ...). Estes que trago hoje são apenas mais uma versão e como ficaram muito bons, tinha mesmo de os publicar (não vá querer repetir e depois não saber como). Espero que gostem tanto como quem os provou :)

Ingredientes para estufar a carne:
- 750g de carne de vitela limpa de gorduras
- 1 chouriço corrente
- 1 cebola
- 2 dentes de alho
- 1 cenoura
- 3 colheres (sopa) de polpa de tomate
- vinho branco qb
- 1 caldo de carne
- 2 folhas de louro
- 1 fio de azeite
- sal, pimenta e colorau qb

Comece por refogar num fio de azeite a cebola e o alho picados, juntamente com as folhas de louro. Quando a cebola amolecer, junte a carne, a cenoura, o chouriço e o caldo de carne. Deixe refogar cerca de 2 a 3 minutos e depois junte a polpa de tomate, o vinho, os temperos e água até cobrir a carne. Deixe cozinhar até a carne estar tenra (eu uso a panela de pressão para ser mais rápido).
Quando a carne estiver no ponto, retire-a e pique, juntamente com a cenoura e o chouriço. Reserve a água que sobrou.


Ingredientes para o refogado:
- carne já cozinhada picada
- 1/2 cebola picada
- 1 dente de alho picado
- 1 folha de louro
- água de cozer a carne qb
- 1 colher (sopa) de farinha
- 100ml de leite
- 1 caldo de carne
- azeite, sal e pimenta qb

Leve ao lume um tacho com a cebola, o alho, o louro e um fio de azeite. Deixe refogar até a cebola estar macia, junte a carne, o caldo de carne e cerca de 3 conchas da água de cozer a carne. Mexa e deixe cozinhar até a água evaporar. Dissolva a farinha no leite e junte ao preparado, rectifique os temperos e mexa até engrossar um pouco. Retire do lume e deixe arrefecer.


Ingredientes para a massa:
- 1 medida de farinha
- 1/2 medida de água
- 1/2 medida de leite
- 1 pitada de sal
- 1 casca de limão
- 1 colher (chá) de margarina

Coloque num tacho a água, o leite, a margarina, a casca de limão e o sal. Quando levantar fervura, desligue o lume e junte de uma só vez a farinha, mexendo sempre até que a massa se descole do tacho. Forme uma bola e deixe arrefecer um pouco numa bancada ligeiramente polvilhada com farinha.
Estique a massa com o rolo, coloque um pouco de recheio, dobre a massa e corte (eu gosto de usar um copo). Passe por ovo batido e pão ralado. Frite em óleo quente ou congele para futuras utilizações.

Massa feita na Yammi:
Coloque no copo a água, o leite, a casca de limão, a margarina e o sal. Programe 4 minutos, 100º, velocidade 1. Junte a farinha de uma só vez e programe 20 segundos, velocidade 4. Retire a massa do copo e deixe arrefecer um pouco. Prossiga como no modo tradicional.  

Notas:
- Se tiver sobras de carne estufada ou assada pode utilizar para esta receita, saltando assim a primeira parte.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Linguini al nero com camarão, ameijoas e potas


Cá em casa marisco é algo que todos gostam e no verão ainda sabe melhor. Não somos esquisitos e tudo nos sabe bem. Quando descobri o linguini al nero (que por aqui dizem ter mau aspecto), a minha adoração por pratos de marisco ainda aumentou mais e adoro o seu sabor conjugado especialmente com camarão. Como tal, deixo-vos aqui mais uma sugestão que tenho a certeza que vai agradar a quem a provar ... experimentem e digam lá se não tenho razão :)


Ingredientes:
- linguini al nero
- 1/2 cebola picada
- 3 dentes de alho picados
- 1 pimento em cubos
- 2 tomates médios maduros picados
- 2 folhas de louro
- vinho branco qb
- ameijoa vietnamica qb
- camarões médios com casca qb
- tiras de pota qb
- miolo de ameijoa qb
- azeite, sal e picante qb


Descasque o camarão (pode reservar alguns inteiros para decoração) e triture as cascas com a varinha mágica, juntamente com um pouco de água quente. Coe e reserve.
Coza a massa em água e sal. Quando estiver no ponto, retire do lume, escorra e reserve um pouco da água para que ela não fique demasiado seca.
Entretanto, leve ao lume um tacho com um fio de azeite, a cebola, o alho, o louro e o pimento. Deixe a cebola estalar e acrescente o tomate e o vinho. Deixe refogar cerca de 5 minutos e acrescente as tiras de pota cortadas em cubos pequenos, o caldo de camarão que reservou, sal e picante. Deixe cozinhar com o tacho tapado e quando as potas estiverem a meio da cozedura, acrescente o restante marisco. Rectifique os temperos e deixe acabar de cozinhar. Sirva o linguini com este molho e acompanhe com uma salada de tomate se gostar.

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

6 ideias de gelados para refrescar

O verão este ano parece-me bem mais quente, não sei se é verdade ou se é por eu não me dar com as altas temperaturas (que para mim começam a partir dos 25º). Mas a verdade é que este ano nunca fiz tantos gelados seguidos, sendo uma forma de nos refrescarmos e ao mesmo tempo nos deliciarmos. 
Como tal, hoje deixo-vos aqui alguns dos que mais gostei e espero que também se sintam inspirados a fazer ... sim, porque calor pede gelado :)




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...